365 Days 2019

E já lá vai mais um mês deste pequeno desafio que é colocar uma fotografia todos os dias no meu Instagram (www.instagram.com/intersrd). Nesta semana que agora termina as fotografias foram em maioria do herdeiro deste castelo, que tanta alegria e birras traz à nossa vida. Desde um pequeno miminho no Dia do Pai; passando por um passeio no jardim ao fim da tarde, com direito a bonés, fotografias dos pés e pés descalços na relva; e terminando numa visita ao Oceanário de Lisboa (ao longo das próximas semanas devem aparecer mais fotografias desta visita, pois foi todo um manancial de fotografias para colocar). As restantes fotografias foi de uma visita ao Beato e a outra de um sunset em plena Segunda Circular.

Colagem 13_2019

A fotografia do Oceanário serviu também para apresentar um acessório fantástico para a minha máquina fotográfica. Foi das melhores compras que fiz para ela e em breve deixarei aqui tudo descrito.

365 Days 2019

Na semana em que chegou a Primavera e em que o bom tempo esteve também bem presente, as fotografias que fui colocando foram quase todas de um dia que passei numa aceleradora de startup’s e de ideias de negócio. Desde fotografias da zona envolvente, com centros comerciais bem conservados e arte feita de lixo, passando por produtos à venda no local, como corações em néon, preservativos vegan ou tracker’s com bluetooth. A única fotografia que não foi tirada nesse dia, foi do Dia do Pai, com uma fotografia de uma prenda oferecida pela mãe para o pai e o filho andarem a fazer pandã…

Colagem 12_2019

Na semana que passou consegui a proeza de ter 9 pessoas a visitar o meu blog no mesmo dia… Já não tinha tantas visitas desde a altura em que escrevi quase todos os dias. Pode ser que isto dê um bocado mais de ânimo para voltar a escrever por aqui como escrevi antes.

Letters to my son

O teu primeiro ano de vida está a aproximar-se e todos os preparativos para a tua festa de aniversário já começavam a ser discutidos e alinhados nas cabeças dos teus pais. Vá, muito mais na cabeça da mãe do que na cabeça do pai…
O fim dos mimos da avó e o regresso à tua rotina na escola fizeram que com que surgissem algumas birrinhas, mas acima de tudo mais experiências novas para ti e para todos em casa. Foi por esta altura que também começaste a “percorrer” toda a casa a gatinhar atrás de nós. E que começaste também a levantar-te agarrado ao sofá e pernas das cadeiras e a colocares-te de pé e a tentar andar agarrado a tudo. E também agarrado às mãos da mãe e do pai. Foi também tempo para socializares com os teus “primos” em “ajuntamentos” dos pais com os “tios”. Toda uma nova experiência para ti, que não deixou de ser engraçada de ser ver e de se sentir. Acredito e foi até bastante visível e audível o quanto tu gostaste de interagir com bebés mais velhinhos e até mais novos. Este foi o mês em que percebemos o quanto tu gostavas de animais. Os risinhos de alegria e a forma como mexias os braços e as pernas na tentativa fugaz de ir ter com aqueles seres era algo de indescritível. Prometo que ainda vou tentar filmar para veres um dia mais tarde.
Depois a viagem à terra sem o pai. A primeira noite em que o elo ficou mais afastado… Mas no dia seguinte já a família estava reunida e a aproveitar um baloiço para tu poderes andar e divertires-te. De volta a Lisboa foi altura para mais uma visita ao teu pediatra para verificar como estava a correr o teu crescimento e a os próximos passos para o teu crescimento.
E eis que chega o teu primeiro Carnaval. Depois de muita procura pelo disfarce mais engraçado, foste um pequeno cowboy na primeira festa carnavalesca. Claro que os teus queridos pais também aproveitaram um pequeno almoço em casa com “primos” e “tios” teus para te mascarar com outros disfarces. Claramente o mais giro foi a máscara de dinossauro que usaste durante algum tempo da tarde de Carnaval… E as tuas brincadeiras com os bebés mais velhos?! Toda uma alegria inesquecível.
Já no fim de mais um mês, mais um dia importante: o aniversário do teu pai e do teu avô. Um jantar com família mais próxima onde até chegaste a provar um bocadinho do bolo de aniversário.
Começa a aproximar-se rapidamente a data em que vais fazer um ano de vida e a preparação para a festa deve estar para começar. Entretanto vamos aproveitando para brincar contigo naquelas brincadeiras só nossas, que tantas gargalhadas e sorrisos provocam em ti, em mim e na tua mãe. O amor que tanto ouvia falar sobre como é ter um filho é agora confirmado em cada momento que passo contigo, a contemplar-te a ti, os teus sorrisos, os teus olhares de curiosidade sobre o mundo que te rodeia e que um dia estará aos teus pés. E também as birras de sono e de fome, o esfregar dos teus olhos, o puxar os cabelos ou o meter os dedos na boca a cada colherada de comida mais sólida. No fundo toda uma imensidão de amor que ocupar três corações.

By the time a man realizes that maybe his father was right, he usually has a son who thinks he’s wrong.” by Charles Wadsworth

Father’s Day

Agora que está prestes a terminar o meu primeiro Dia do Pai, não podia deixar passar esta data sem nada dizer. É a primeira vez que festejo este dia de forma bastante diferente. Apesar de no ano passado ter tido direito a ver uma ecografia em três dimensões do meu filho quando ainda estava na barriga, este ano é que pude presenciar e contemplar um dia que ficará recordado para sempre na minha memória.
Foi um dia que até nem foi dos melhores nesta nova relação de pai-filho, mas que terminou em beleza com uma actividade em conjunto na creche, onde o meu sorriso e o do meu filho deixavam transparecer a ligação entre nós. Não sei como serão os restantes Dia do Pai que vou ter, mas este primeiro marca toda uma vida.
Acredito que com todos os pais aconteça isto e até fui bem avisado que ter um filho muda uma vida de uma pessoa. Mas poder presenciar estes momentos com ele faz repensar muito na forma como levamos a nossa vida e como queremos que seja  a vida deles.
Por fim, quero deixar também uma palavra para o meu pai. No ano em que há estranha coincidência com o número de anos de fazemos (36 vs 63), tenho que voltar a agradecer-te pela forma como me educaste e pelo homem que criaste. Tanto por mim como meu meu irmão.
Feliz Dia do Pai a todos!

365 Days 2019

Parece que está de volta a montagem das fotografias da semana no dia correcto. Vamos lá ver se é de vez… Neste semana voltei a fazer um misto de fotografias bastante antigas e de outras mais recentes, algumas até do próprio dia. Desde um passeio à praia da Foz do Lizandro, num dia de sol e vento; passando por uma loja de vinhos no centro da vila de Sintra, com o nome bastante sugestivo; continuando pela enorme, suculenta e muito saborosa costeleta que comi em Abrantes, no Dom Papito; seguida de uma fotografia do final do jogo do Benfica no último jogo da Liga Europa no Estádio da Luz; passando depois pela fotografia do trabalho “feito” pelo meu herdeiro para entregar à mãe, no Dia Internacional da Mulher (tenho que arranjar uma caixa para começar a guardar todos os trabalhos que ele tem “realizado”); e por fim duas fotografias da zona do Beato/Xabrégas em Lisboa, onde aproveitei para ir tirando algumas fotografias pelo que ia passando. Possivelmente haverá mais fotografias deste passeio nos próximos dias.

Colagem 11_2019

Hoje fez 10 meses que o meu herdeiro nasceu, por isso amanhã ou na terça haverá uma nova carta para o meu filho, para um dia mais tarde ele saber como tem sido a vida dele desde o seu início.