As minhas 5 manias

A pedido deste meu amigo, aqui ficam as minhas 5 manias.

1. Não é só uma mania, sou mesmo doente pelo clube onde jogo no Sardoal. Vivo cada derrota, como se da minha vida tratasse e festejo as vitórias com extrema alegria. Sei que um dia vou ver do lado de fora, mas vai ser da mesma forma.

2. Tenho a mania de me deitar sempre muito tarde, mesmo quando no outro dia tenho que acordar muito cedo. Está claro que depois ando um dia inteiro a queixar-me que estou cheio de sono.

3. Todos os fins de semana tenho que ir ao Sardoal. Só mesmo quando é-me completamente impossível é que não vou.

4. Quando estou a conversar com outras pessoas, às vezes dou por mim quase a gritar. À medida que vou falando, vou levantando o meu tom de voz e digo-vos que para quem está de fora, não parece nada agradável.

5. Tenho a mania de morder o interior da boca. Sei que não deve ser muito agradável, mas é uma coisa que faço quando fico extremamente nervoso.

Sei que devia indicar outras 3 pessoas para fazer isto também, mas como de todos os blogs que leio, já todos fizeram, fica por aqui este post.

Sonhos

Quem é que nunca sonhou? Quase de certeza que em alguma altura da vida já todos sonharam, pois eu vivo em constante sonho. E não digo só à noite durante o sono. Sonho mesmo acordado, durante o dia, podendo estar a tomar o pequeno-almoço ou no metropolitano durante a viagem de casa para a universidade. Às vezes penso que se continua assim não vou longe na vida, mas como escreveu um poeta, “O sonho comanda a vida…”. E é bem verdade. Se não sonhássemos, acho que não teríamos um objectivo para a nossa vida. Andaríamos a viver o nosso dia, sem ter um propósito para vivermos, a não ser o dia em questão. É por isso é que sonhamos em ser bombeiros ou astronautas, em descobrir a cura para a SIDA ou em salvar o Mundo da guerra. Está certo que muitos destes sonhos, passam depressa e depois sonhamos com coisas mais concretas e que possam melhorar a nossa vida. Por isso é que sonhamos em passar de ano em cada ano que estamos na escola ou mesmo na universidade e em subir na empresa onde trabalhamos. Mas não acabam os sonhos por aqui, depois sonhamos em casar ou em ter uma vida com alguém com quem gostamos, sonhamos em ter um ou mais filhos e em poder dar a educação que queríamos para nós e que por vezes os nossos pais não nos davam.
É por isto tudo e mais algumas coisas que é bom sonhar, pois só assim comandamos as nossas vidas segundo sonhos que temos ou tivemos e que queremos concretizar.

A todos aqueles que têm sonhos, nunca desistam deles, nunca se sabe quando se vão realizar.

É oficial…

Escolhi o dia de hoje para fazer umas mudanças em mim.
Se a nível físico, limitei-me a fazer um corte de cabelo um pouco diferente do que costumava fazer, já a nível psicológico, vou efectuar uma reviravolta completa. Andei praticamente os últimos 2 meses a moer o meu juízo por sentimentos que andavam por cá a navegar.
Não devia ter esperado tanto tempo para fazer isso, mas acho que hoje foi o melhor dia para fazer isso, pois era o dia indicado. Enquanto muitos dos meus colegas andavam todos entretidos preocupados com os seus respectivos, eu andava também entretido a limpar feridas antigas relacionadas com problemas de amor.

Mas isso já lá vai, amanhã será um novo dia, espero que parecido com os últimos, pois tem estado um sol muito bom, que ajuda a encarar o dia de outra forma. É que acordar às 6h30 da manhã para ir para a universidade não é lá grande coisa, por isso, tenho que me “agarrar” às pequenas coisas para ficar animado logo de manhã e com aquele sorriso característico ou para conseguir andar animado o dia todo.

Amanhã, jogo de futebol logo por volta das 10h, só para mudar um pouco a rotina e para desanuviar dos exames (que já acabaram à cerca de 15 dias).

Porque é que a vida nunca é como queremos…

Porque é que não me sinto bem num bar onde estão os meus amigos? Não é culpa deles de certeza, mas a verdade é que sinto nisso. Ainda um dia destes estive por lá até não aguentar mais, sinto-me farto de tudo. Não me sinto farto de todos, pois são pessoas com quem gosto de estar, mas estou farto de tudo. Preciso rapidamente de uma mudança, uma mudança interior, que me faça revitalizar para uma vida que se quer sempre boa.

Porque é que a vida nunca é como queremos…
Se calhar é assim para nos obrigar a ir à luta todos os dias. Mas de que serve essa luta? Para pura realização pessoal ou para, todos os dias, vivermos uma vida melhor.
Para que é que andamos a estudar? Para podermos ter um trabalho melhor, mas para que queremos um trabalho melhor? Para podermos ter uma vida melhor, mas para que serve ter uma vida melhor?

O que é ter uma vida melhor?
Será que é ter um óptimo emprego, com uma grande casa e com uma quinta para passarmos o fim-de-semana? Ou será que é ter uma casa pequena, mas que fica num sítio onde todos os dias vemos o nascer do sol e onde ouvimos o palrar dos pássaros?

Será que vale a pena, andarmos todos os dias a dar cabo da nossa saúde, só para podermos ter mais uns trocos para em vez de termos um carro em 2ª mão, podermos comprar um carro novo? Porque andamos em corrida todos os dias, só para podermos apanhar aquele metro, quando assim perdemos o nascer do sol ou o agitar das árvores numa cidade onde as que existem já são poucas e velhas, que já muito viram.

Tantos porquês que não se conseguem responder de forma clara. Mas a vida é assim mesma, cheia de porquês e de ses.

Que bela notícia…

“Os seus beijos causam taquicardia, mas da boa. São momentos inesquecíveis e arrebatadores.”