365 Days 2019

E já passou a segunda semana do mês de Fevereiro. Nesta semana aproveitei para colocar fotografias mais actuais, muitas delas do próprio dia em que as tirei. Três dessas fotografias é de um jardim em Loures, o Parque da Cidade, que tem uma boa extensão de relva, alguns restaurantes/cafés e alguns baloiços para as crianças utilizarem. No dia em que estive por lá estavam também dois grandes insufláveis, que estavam bem preenchidos de crianças a brincar. Ainda no mesmo dia encontrei um “excelente” estacionamento, que não pude deixar de partilhar. Mesmo sendo um lugar para grávidas e para pessoas com crianças, o/a artista conseguiu estacionar em cima da linha divisória do lugar do lado. E sim, a cadeira estava do lado da linha… Esta semana deixei também uma fotografia de comidas e restaurantes. Uma do meu prato no restaurante indiano e vegetariano que fui experimentar em Telheiras. Não é de todo o almoço que mais gostei, mas valeu pela experiência que não vou voltar a repetir. Quem quiser saber onde fica, pode mandar-me mensagem numa das minhas redes sociais ou enviar-me um e-mail. A outra é da entrada de um restaurante no Sardoal onde ocorreu este fim-de-semana o jantar de aniversário de uma pessoa que, para além de minha madrinha de casamento, é como uma irmã para mim. Espero que tenha sempre muitas felicidades ao longo da vida dela. Por fim deixei uma fotografia do final de um jogo de futebol que tive o prazer de assistir no dia de hoje. Foi o jogo que vi ao vivo que teve o resultado mais desnivelado: 10-0 para a equipa da casa. Uma noite algo histórica.

Colagem 06_2019

Está quase a passar mais um mês de vida do herdeiro deste castelo. E que aventura que eu estou a presenciar directamente da primeira fila… Durante esta semana sairá novo post relacionado com este crescimento lindo que está a acontecer à frente dos meus olhos.

365 Days 2019

E um mês que já passou neste ano de 2019. Nesta semana, em que começou com muita chuva e mau tempo e que terminou com um sol mesmo bom para as fotografias, coloquei fotografias de locais por onde passei durante a semana. Apenas deixei uma fotografia antiga, da minha mais que tudo numa pequena diversão de peluches enormes. Depois as restantes são de zonas de Lisboa, Loures e Sardoal. Para quem quiser saber mais sobre as zonas, podem deixar um comentário com a questão ou mesmo enviar um e-mail.

Colagem 05_2019

Obrigado a todas as pessoas que vão passando por aqui para ler aqui que vou escrevendo e as fotografias que vou colocando.

Letters to my son

O tempo passa mais depressa desde que tu chegaste. Ainda há pouco tempo estavas na barriga da tua mãe e agora já tens 8 meses de vida.
Uma vida tão intensa como foi este mês. As gargalhadas acompanhadas do esticar de braços para receber um abraços dos pais e para se aconchegar no ombro da forma como só tu sabes fazer, quase como se parece-se que aquele ombro se molda à tua forma de te enroscares. Os olhos a brilhar de alegria quando nos vês chegar a mim ou a tua mãe à creche ao final do dia é algo que muda por completo o ânimo que possa estar a fugir nesse dia.
Mais um mês com muito mimo e algum tempo em casa devido a “encomendas” que não ajudam à tua saúde. No entanto não foi por aí que não deixaste de aproveitar o Natal em casa com a família e passar de ano numa casa que tu “conhecias” enquanto estando na barriga da tua mãe. Ficares a conhecer o Pai Natal e receberes prendas das mãos dele enquanto olhavas para ele e achavas estranho toda a barba que ele tinha. O início de mais uma tradição de Natal, com direito a fotografias para marcar o estrear da mesma.
E teres direito a receberes o tio materno em tua casa e passares imenso tempo em gargalhadas e brincadeiras com ele. E passares o Ano Novo com ele, a bater tachos na rua enquanto se passava para 2019. A tua cara de curioso a tentar absorver tudo à tua volta sem nunca ter sono para dormir, contra a vontade dos próprios pais.
O regresso à creche e à normalidade do dia-a-dia, sempre com gargalhadas cada vez mais audíveis. E no fim, novamente, o divertimento e os mimos dos pais em casa ao final do dia, para que toda a tua vida seja feliz.

Aquilo que se faz por amor está sempre além do bem e do mal.” by Friedrich Nietzsche

365 Days 2019

Primeiro mês de 2019 está a chegar ao fim e com ele estou já a chegar às primeiras 30 fotografias do ano no meu perfil do Instagram: Intersrd. Nesta semana coloquei fotografias de locais, carros e situações que presenciei. Desde de um Porsche e um Tesla que vi nos estacionamentos dos meus locais de trabalho; passando por várias sobremesas maravilhosas do Hotel Tryp Aeroporto, em Lisboa. Coloquei também fotografias relacionadas com uma cidade e uma vila onde tive no fim-de-semana: Tomar à noite e Sardoal durante a tarde. Para quem como eu passa imenso tempo na estrada, aproveitei uma das muitas oportunidades em que o trânsito está parado para tirar uma fotografia ao rádio do meu carro enquanto ouvia o estado do trânsito. A semana começou com um jogo de futebol entre amigos e aproveitei para deixar uma fotografia para marcar o momento.

Colagem 04_2019

Durante a próxima semana haverá novidades neste meu castelo, com mais uma rubrica nova, desta vez em formato de vídeo. Fiquem por aí para verem!

365 Days 2019

Terceira semana de 2019 e mais uma montagem que venho cá deixar no blog. Esta semana fui resgatar duas fotografias de uma viagem a Itália onde provei um dos melhores gelados que já comi e onde vi aquelas mesas tipicamente italianas, do filme a Dama e o Vagabundo. Parece que agora está na ordem do dia ver as trotinetes eléctricas e acabei por tirar fotografia a uma delas num final de tarde. Por falar em final de tarde, deixei também uma fotografia de um pôr-do-sol na zona da Alta de Lisboa. Por forma a relembrar o passado, coloquei uma fotografia de uns bonecos de bolo de casamento que tive o privilégio de roubar e de os entregar um ano depois. Claro que esta semana não podia passar sem ter fotografias do meu herdeiro. foram só mais duas fotografias que deixei no meu perfil do Instagram.

Colagem 03_2019

Esta semana que passou devia ter deixado aqui mais uma carta para o meu herdeiro, mas a falta de tempo dá azo a estas situações. A ver se esta semana chega a este castelo mais uma carta para que ele possa ler quando for mais velho e ficar a saber como tem sido a vida dele ao longo destes tempos em que é mais novo e sobre os quais não se vai recordar tão bem.