365 Days 2018

Para esta semana fui “buscar” algumas fotografias que tirei com a minha máquina fotográfica, uma Canon 600D. Aproveitei para colocar algumas fotografias do Jardim Zoológico de Lisboa, misturadas com fotografias de outros momentos ou paragens. Desde fotografia da zona da chegada do World Bike Tours Lisboa 2018; passando pela Praia da Vagueira, em Vagos; continuando na Avenida Luísa Todi em Setúbal e ao conceituado “monumento” ao Choco Frito de Setúbal, uma autêntica instituição na cidade. E claro está, como não podia deixar de ser, mais uma fotografia do meu herdeiro, desta vez enquanto bebia o seu leite, sem qualquer tipo de ajuda. Da parte do Zoológico, coloquei fotografias do elefantes, golfinhos e macacos.

Colagem 45_2018

Se estiverem interessados ou se souberem de alguém que esteja interessado num iPhone 6, eu tenho um iPhone 6 de 64Gb prateado para venda. Está completamente novo, impecável e tem todos os acessórios (carregador e phones). Para além disso ainda ofereço as capas que tenho para ele.
Se entretanto não o vender, irei colocar aqui um post com algumas fotografias e uma descrição mais detalhada sobre o produto. Aos interessados podem contactar-me através das minhas redes sociais que se encontra no início do site ou através do e-mail intersrd@gmail.com.

365 Days 2018

Esta semana, como não podia deixar de ser, vem carregada de fotografias do meu herdeiro. Não estivesse eu de licença a “estraga-lo” com mimos… Como não podia deixar de ser tinha que aparecer a máscara de Halloween dele. Para além disso também deixei a fotografia do primeiro corte de cabelo dele. Posso garantir que se já era lindo, agora ainda ficou melhor. Coloquei também uma fotografia da Corrida do Aeroporto deste ano, que passou perto da minha casa e à qual não deixei passar a oportunidade de tirar algumas fotografias. O que também não podia deixar passar foi os enfeites de Natal que já se encontram bem presentes nos centros comerciais por onde passo. Uma febre que se inicia todos os anos logo após o Halloween.

Colagem 44_2018

Num post passado já disse que vou colocar à venda alguns produtos aqui no blog. Pois está para breve isso. Preciso de “destralhar” algumas coisas cá de casa e parece-me que este sítio parece-me o local indicado para iniciar a venda desses mesmos produtos.

365 Days 2018

Na última semana com horário de Verão o tempo mostrou que já era mesmo de Outono. Ainda assim deu para dar uns passeios num jardim aqui próximo de casa e assim deu também para tirar algumas fotografias do jardim, ainda com o sol bem presente, e também das novas trotinetes eléctricas que começam a surgir nas ruas de Lisboa (www.li.me). Claro está que também tinha que colocar uma fotografia do herdeiro deste castelo. Por fim coloquei uma fotografia de um corredor com quem já me cruzei em diversas corridas, mas que desta vez o vi numa corrida em que não participei. No dia desta corrida estava bastante vento, pelo que a garrafa e o copo iam na mão. Ainda assim em todas as corridas em que me cruzei com ele, tanto o copo como a garrafa de água iam bem direitas no tabuleiro sem ser necessário ele estar a segurar.

Colagem 43_2018

Mais uma semana em que coloco uma fotografia todos os dias. Menos uma semana que falta para terminar este projecto de colocar uma fotografia em cada dia deste ano. Quase quase 365 fotografias colocadas no meu perfil do Instagram (www.instagram.com/intersrd).

365 Days 2018

Numa semana que foi a minha primeira semana da minha licença de paternidade partilhada, as fotografias só poderiam ser do herdeiro deste castelo. Somente a primeira fotografia é que é do início de um jogo entre amigos que faço todas as semanas, que serve para desanuviar e fazer algum desporto. Depois todas as fotografias estão relacionadas com o meu herdeiro e com alguns dos momentos que fui passando com ele. Para quem segue as minhas redes sociais deve reconhecer uma das fotografias como sendo a imagem de promoção ao post que deixei aqui no blog. Esse post faz parte de uma lista deles que vão servir como cartas para o meu herdeiro saber como foi a vida dele nos primeiros tempos. A vida dele e a vida do pai e da mãe dele.

Colagem 42_2018

O meu herdeiro tem sido um denominador comum para os textos deste espaço e isto tudo acontece porque ele também é o denominador comum da nova aventura que agora existe na vida deste castelo. Por isso não se surpreendam se aparecer por aqui mais coisas relacionadas com ele.

Letters to my son

Começar mais um mês de vida com uma consulta com o teu pediatra trouxe novos desafios para ti, para mim e para a tua mãe. As caretas que tu fizeste quando provaste a primeira colher de sopa (tens que nos pedir o vídeo, porque até tu te vais rir). Mas depois de algumas voltas e testes, a forma como até davas às pernas, impaciente com a próxima colher… E a fruta? Novamente má cara na primeira colher, mas depois todo um despachar enquanto comias.
As novas cadeiras que tiveste para podermos descobrir onde te sentias melhor. Depois de escolheres a eleita, o glutão que tu eras a comer. Mais sopa e fruta houvesse nas tuas taças, mais tu querias comer. Mas à noite, aquele leitinho antes de ir para a cama tinha que ser. Depois da banhoca e do leitinho, o sono dos justos chegava a ti e dormias agarrado à tua amiga de sempre, com som ou sem sono, com a música já engasgada das pilhas fracas ou em toda a sua plenitude ao nível da energia.
Agora que o sono começava a ser rotina bem delineada (na maior parte das vezes) os teus pais perdiam-se no tempo a observar as posições das tuas mãos durante as sestas e o sono. Desde ter as mãos no ar como se tivesses sido apanhado, passando pela posição das mãos a tapar os olhos como se tivesses uma luz que te incomodava, continuando pelas tuas preferidas sempre agarrado a alguma coisa: a beira do Next To Me, a chucha e claro está a tua amiga de “longa” data, a ovelha Lilly.
Novas vacinas, mas sempre o mesmo desfecho. Os teus pais esperam que seja sempre assim ao longo do tempo. Verás nas próximas histórias como terá corrido…
E a baba que aparecia por causa das cócegas que os dentes começavam a dar. Sempre as mãos na boca a tentar morder para tentar controlar a sensação desses dentes que iriam aparecer. E quando tentavas abocanhar o ombro do pai enquanto as mãos agarram-se ao que estivesse literalmente mais à mão. Numa dessas vezes adormeceste no ombro do teu pai, num recanto só teu onde a cara encostava no ombro e no pescoço do pai ao mesmo tempo.
Por fim, foi nesta altura que ficaste a saber que ias ter mais um “primo” ou “prima” para brincares e também  tomar conta. Uma surpresa que deixou os pais muito contentes e que teve o condão de arrancar uma magnífica gargalhada tua.
Mais um mês e mais umas novas experiências de vida que chegaram cá a casa. Em breve uma nova aventura irás ter ao longo dos teus dias, quando fores conhecer novas pessoas que vão estar na tua vida e que também elas vão ter o prazer de passar na tua vida.

“O valor das coisas não está no tempo que elas duram, mas na intensidade com que acontecem, por isso existem momentos inesquecíveis, coisas inexplicáveis e pessoas incomparáveis.” – Álvaro de Campos